Enter your keyword

Como criar um produto digital?

Compartilhe conteúdos que gosta, você é o que você lê ;)

Como criar um produto digital?

Como criar um produto digital?

SE EU TIVESSE 8 HORAS PARA CORTAR UMA ÁRVORE, GASTARIA SEIS AFIANDO MEU MACHADO – Abraham Lincoln

Sei que você entrou aqui querendo colocar a mão na massa, mas eu prometo para você que esses passos pode garantir o sucesso do seu novo/primeiro produto digital ou pelo menos fazer você perceber que não vale a pena realizá-lo.

O mundo digital é um meio altamente competitivo (recomendo a leitura do nosso blog sobre Oceano Azul), e é cada vez mais difícil criar qualquer coisa e esperar dar certo. Neste blog espero poder te ajudar a criar um produto que vale a pena para você fazer (vai gerar retorno financeiro ou posicionamento) e que vale a pena o seu usuário consumir/comprar (gera transformação/valor pra ele). Vamos lá!

  • Torne seu produto real

Tudo começa com uma idéia: “Acho que esse produto vai ser muito bom, porque esse tipo de usuário quer isso e estará disposto a ver/pagar”. Ótimo, você tem um feeling sobre uma oportunidade de mercado.

O primeiro passo é validar o interesse do seu público: Pergunte para pessoas de sua confiança a opinião delas sobre sua idéia. 

  • “Você precisa deste produto? Este produto te ajudaria?
  • “Você compraria?”
  • “O que facilitaria a compra? uma amostra grátis? uma opinião positiva?”
  • “Como você preferiria ter o produto? Em video? Em físico? Em pdf?”

Estatisticamente, é necessário ter a opinião de mais de 30 pessoas para ter uma boa idéia da tendência, mas comece com seus conhecidos, amigos e familiares e reforce a idéia de que você quer que sejam honestos. 

O segundo passo é colocar todos os custos envolvidos para a confecção do produto e definir a viabilidade

Coloque numa planilha de excel todos as atividades e custos para a produção do produto, e coloque valores para cada hora trabalhada (se não sabe quanto vale a hora pelo mercado, vá por quanto gostaria ganhar por hora trabalhada). Aqui devem entrar plataformas necessárias (de curso, de webinar, um site, de vendas online) e para criar o produto (tempo para escrever/planejar, edição de videos, etc.).

Esse controle vai te ajudar a saber se existem os recursos necessários antes de começar, evitando você começar um projeto sem poder terminar.

  • Como entregará?

O terceiro passo é definir o formato de entrega e o canal.

O formato de entrega é tão importante quanto o produto em sí. Será um vídeo? Será em reuniões virtuais? Será um e-book?

E como vamos enviar/transmitir essa informação? Por e-mail? por uma plataforma de cursos online? Pelo seu próprio site?

Essas dúvidas devem ser respondidas em 2 partes:

  1. Quais são as tendências do mercado? Aqui vale pesquisar como os profissionais de maior sucesso estão fazendo para fazer benchmarking, se inspirar ou copiar mesmo.
  2. Quais são os custos de cada formato e plataforma? Coloque na sua planilha de excel esses custos e avalie o melhor custo benefício.
  • Qual é a transformação que você oferece?

Só compramos algo quando significa uma mudança real na nossa vida pessoal ou profissional. Então essa pergunta é muito importante para você poder comunicar ao seu futuro cliente exatamente o que significa o seu produto.

Por exemplo: a NãoAgência oferece cursos focados para MEIs e pequenos empreendedores, mas a transformação que oferecemos é a ESTABILIDADE, algo que quase todo trabalhador liberal ou pequeno negócio busca conseguir, para sair o sufoco do mês a mês, dia a dia.

  • Preço e Escada de Valor

Finalmente, por quanto vamos vender o produto? E não necessariamente é dinheiro, também se pode comprar um produto digital com seus dados pessoais, contato, recomendações, etc. O importante é fazer com que seu produto digital seja parte de uma escada de valor (para isso, veja nosso blog sobre escada de valor) e que exista uma continuidade de ofertas por produtos de maior valor, e que comece com um produto fácil de aceder para iniciar sua relação como novos clientes.

Tendo isso em mente, pesquise quanto cobram os produtos já conhecidos e quanto cobram os não tão conhecidos, faça uma comparação com seu produto e sua marca para definir o preço ideal.

Gostou? Comente!

Não gostou? Comente também!